Como plantar grama

Plantar um gramado bonito é o sonho de todas pessoas que moram em casa, ou estão construindo, e pretendem ter grama na frente de casa. Por isso, é uma dúvida comum das pessoas como plantar grama.

Veja as etapas necessárias para você ter um gramado bonito:

Plantio da Grama

Antes de mais nada, o terreno deve ser cavoucado para retirar pedras e entulhos em geral. Comece agora o trabalho de nivelamento do jardim para que a forração acompanhe a altura do calçamento, plantando as placas e tapetes 5cm abaixo do nível da calçada, para não haver o desnível. Todas as espécies podem ser plantadas a partir de sementes, mudas, placas (30x30cm) ou tapetes (0,40 de largura x 1,25 m de comprimento). A terra precisa ser saudável, sem pragas.

Irrigaçãograma

Com atenção ao tipo de gramado e clima, a irrigação deve ser feita em intervalos mínimos de 15 dias no verão e, no máximo, 60 dias no inverno, sem encharcá-la e preferencialmente pela manhã. No frio a umidade se conserva mais, então uma rega só é suficiente.

Adubação do gramado

Faça uma cobertura de adubo orgânico (com húmus de minhoca, esterco e restos de vegetais em decomposição) nas primeiras fases do plantio, antes que a grama fixe suas raízes. Use 2kg de húmus por metro quadrado e depois de enraizada a grama repita a adubação duas vezes por ano. O adubo químico só deve ser usado em pouca quantidade e muita água, e só no início da primavera.

Poda da grama

Cada espécie tem uma altura ideal para o corte, mas o recomendável é quando a grama ultrapassar 2 cm de altura. Ex.: batatais (5cm), inglesa (20cm), japonesa (2cm), esmeralda (3 cm), são-carlos (20cm), bermudas ( 2cm) e grama preta (30cm).

Espécies de grama

  • Inglesa (Stenotophrum secundatum): ou santo-agostinho, não se adapta ao frio, mas é tolerante a salinidade sendo ideal para o litoral. Do tipo ornamental não suporta ser pisoteada.
  • São-carlos (Axonopus compressus): se adapta a umidade e ao frio e deve ser colocada em áreas de muito sol. Na estiagem deve ser irrigada regularmente.
  • Bermudas (Cynodum dactylum): a mais resistente, pois tem as folhas estreitas permitindo o pisoteio, geralmente encontradas em campos de futebol, play-grounds,etc.
  • Batatais (Paspalum notatum): a área plantada deve ser de meia sombra, mas é resistente ao pisoteio, pragas, secas e doenças sem maiores consequências.
  • Japonesa (Zoysia tenuifolia): é a mais fina e macia; crescendo pouco não precisa de muitos cortes, mas se não houver poda aparecem tufos como bolinhas.
  • Esmeralda (Zoysia japonica): é a preferida dos paisagistas, pois suas folhas são pequenas, estreitas e macias, e muito resistentes ao ataque de pragas e pisoteios.plantando-grama

 

DICAS DE JARDINAGEM PARA UM BELO GRAMADO

Use uma vez por ano um substrato próprio para gramados, como o Rendmax Green. Um saco de 55 litros cobre 5 m² de grama. Não use grama São Carlos para taludes íngremes porque seu sistema radicular é superficial. A emissão da haste floral no centro da agave significa o fim da vida da planta mãe. Podem ser conseguidas novas mudas plantando-se os "filhotes" que caem após a floração. Não coloque terra vegetal sobre o gramado, pois a análise dessa terra mostra sua baixíssima fertilidade, além de apresentar pragas como nematóides, sementes de ervas daninhas e outras.

Aproveite o final do ano para cuidar de seu Gramado

As chuvas que começam a cair nessa época do ano tornam a grama mais verde, e mais fácil a correção e adubação do solo. Por isso, o clima atual é ideal para a manutenção e embelezamento dos gramados.

Nessa época, deve ser feita a complementação da adubação da terra com componentes que fortalecem as raízes, como uréia ou NPK. Outro composto que dá bons resultados é a Tufa, feita a partir de elementos extraídos do carvão e usada em gramados e jardins.

Para quem está pensando em implantar um gramado ou aumentar sua área verde, é necessário antes preparar o solo, pois o terreno pode estar infestado de ervas daninhas. Nesse caso, é fundamental a eliminação das pragas com herbicidas. Dependendo do estado do solo, será ainda preciso implantar terra vegetal ou uma camada de areia para reforçar a permeabilidade das raízes da grama. A poda e a cobertura, com terra vegetal e Rendmax (composto orgânico próprio para gramados), devem ser feitas antes do inverno ou no início da primavera.

São três os tipos de gramas mais utilizados no paisagismo

Esmeralda – grama cultivada. Tem folhas finas e crescimento lento, por isso requer menos podas (cerca de três anuais). Sua raiz chega a ter 35cm de profundidade. Indicada para locais ensolarados como jardins e beiradas de piscinas, resistindo a terrenos inclinados, encostas e campos de futebol.

São Carlos – também cultivada. Suas folhas são largas e – grama nativa e mais rústica, de fácil adaptação. Apresenta folhas largas e semipilosas, de crescimento rápido. Recebe podas de 15 em 15 dias nos meses de chuva. É usada em praças, campos, áreas grandes e taludes (terrenos inclinados) por ser resistente a locais ensolarados.

O tempo necessário ao crescimento de um gramado de bom aspecto é de 45 dias em média. O enraizamento da grama se completa em 90 dias. Para tornar o seu gramado mais bonito e saber o tipo de grama ideal ao terreno onde irá cultivar, não deixe de consultar um agrônomo ou paisagista antes do plantio.

Com estas dicas você pode ter um bom domínio de como plantar grama. Agora é mãos a obra, para preparar o futuro melhor gramado do bairro!

Copyright eSobre 2013 - Contato - Politica de Privacidade